Menu

Um Canal Teológico 
e Apologético 

OBJETOS JUDAICOS NOS CULTOS CRISTÃOS 

09 AGO 2019
09 de Agosto de 2019
Por Pr. Alexandre Farias - 

A igreja brasileira tem sido fascinada pelos objetos judaicos a ponto de inserir o uso e os seus significados nos cultos cristãos.

É claro que não podemos colocar todos no mesmo arraial, existem igrejas que levam o verdadeiro evangelho da graça e não se dobram diante dos movimentos e modismos. Mais o que leva algumas igrejas a pensar que os objetos da dispensação levítica podem ser usados nos cultos cristãos?

Infelizmente eu tenho que dizer que a falta de conhecimento bíblico, o mau uso da hermenêutica e exegese de alguns textos tem levado estas práticas para os irmãos  através da liderança da igreja que por muitas vezes confiam nos ensinamentos que estão recebendo e não questionam a sua veracidade bíblica. 

E qual é o mal disso tudo?

O misticismo. A fé no poder místico dos objetos leva a pessoa acreditar que a ação de Deus é maior quando se tem a arca da aliança, o toque do shofar,a mezuzah na porta de sua casa ,o uso do  kipá ou do Talit pelo profeta ou apóstolo.

Os ensinamentos e práticas mosaicas têm sido frequentes em algumas igrejas, as festas judaicas são feitas como um evento que marca espiritualmente a vida da igreja e já são consideradas festas inseparáveis do calendário cristão.

A prática judaizante chega ao extremo quando irmãos são incentivados a fazer a sua árvore genealógica na busca de uma ligação ao povo judeu.

Isso é costurar o véu que foi rasgado no sacrifício da cruz              

(Mat 27v.50-53 / Marcos 15v.38 / Lucas 23v.44-45). 

Se olharmos para a palavra de Deus, vamos verificar que a prática de tentar viver conforme a lei foi combatida pelos apóstolos.

Em Atos dos Apóstolos (cap.15) encontramos alguns indivíduos que estavam ensinando a circuncisão como algo importante para salvação, isso levou Paulo e Barnabé discutirem com eles a ponto de subir a Jerusalém e levar o assunto aos apóstolos e presbíteros para decidirem sobre a questão.

A passagem é conhecida como Concílio de Jerusalém, após examinar o fato, ficou decidido que a lei deve ser deixada de lado e que precisamos viver pela graça e no novo e vivo caminho resgatado pelo sacrifício de Jesus na cruz do Calvário.

Precisamos entender que a antiga aliança foi substituída pela nova aliança, que o sacrifício de Jesus nos trouxe novamente para a presença de Deus nos dando paz e justificação (Rom 5v.1-2).

Hebreus relata que temos um novo e vivo caminho que foi nos dado por Jesus (Hebreus 10v.19-23)

A presença de Deus não depende de nenhum objeto, somos templo do Espírito Santo:

I Corintios 6v.16 – Não sabeis que sois Templo de Deus e que o Espírito de Deus Habita em vós?

O apóstolo Paulo diz que estamos livres da lei para servirmos em novidade de espírito e não na velhice da letra.

Romanos 7 v.1-4: Não sabeis vós, irmãos ( pois que falo aos que sabem a lei ), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive?

2. Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido. De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for doutro marido; mas, morto o marido, livre está da lei e assim não será adúltera se for doutro marido.

Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais doutro, daquele que ressuscitou de entre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus.Porque, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, que são pela lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte.

Mas, agora, estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.

Em Gálatas 5,  ele relata que voltar a prática da lei é cair da graça

Gálatás 5v.1-5:Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão.Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará.

E, de novo, protesto a todo homem que se deixa circuncidar que está obrigado a guardar toda a lei.Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. Porque nós, pelo espírito da fé, aguardamos a esperança da justiça.

E Paulo afirma que Jesus trouxe o fim da lei.

Romanos 10v.4 – Porque o fim da Lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.

Termino dizendo que as práticas da lei foram abolidas por Jesus e que você precisa tomar cuidado para não ser enganado por palavras de persuasão de alguns lideres.

Cuidado se alguém quiser ensinar a você um outro evangelho, não aceite .

Gálatas 1 v.8 : Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.

Pr. Alexandre Farias é pastor da Comunidade Tempo de Viver em SBC, apologista cristão e teólogo. Palestrante e da cursos para as igrejas de apologética cristã.  Tem um canal no Youtube chamado Influenciando gerações . 
Voltar


CANAL  INFLUENCIANDO GERAÇÕES 
Acesse no canal no YOUTUBE